domingo, 15 de março de 2015

O GOLPE EM POLÍTICOS


Suspeito de aplicar golpes em políticos é assassinado em Maceió

Matheus Conceição foi morto após levar quatro tiros em Fernão Velho.
Ele se passava por ministro para pedir dinheiro de outros políticos.


O suspeito de estelionato Matheus Conceição Gomes da Silva, 24, que residia em AracajuSergipe, foi morto a tiros, na manhã do sábado (14), no bairro de Fernão Velho, em Maceió.

Segundo informações da Polícia Civil deAlagoas, Matheus Conceição, que ficou conhecido após aplicar golpes contra políticos, foi atingido por quatro disparos de arma de fogo. Os responsáveis pelos disparos fugiram antes da chegada da polícia.

Prisão
O suspeito de se passar por político e aplicar golpes foi preso em Sergipe em maio de 2014. Segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), os congressistas emBrasília e outras autoridades políticas do Nordeste foram vítimas do alagoano.
“Acho que foram uns cinco ou seis golpes em Brasília onde consegui cerca de R$ 8 mil”, confessa o suspeito Matheus Conceição. O criminoso foi preso em casa no município da Barra dos Coqueiros (SE). Ele já era investigado pela polícia do Senado desde quando começou a aplicar golpes se fazendo passar por político para conseguir transferências em dinheiro “Ele se passava por autoridade política e ligava para outro político dizendo que estava impossibilitado de fazer alguma transferência bancária e pedindo a essa pessoa que depositasse o valor para ele e que assim que possível ele iria ressarcir esse valor para a pessoa”, explica Katarina Feitoza, superintendente da Polícia Civil.

Segundo ela, o suspeito tentou enganar uma vereadora e também teria aproveitado a última visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao estado de Sergipe para obter dinheiro de um deputado.

Na Bahia, o estelionatário teria se passado pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel. Segundo a polícia, ele teve a ajuda de um comparsa que ligou para um deputado baiano, amigo do ministro, solicitando depósito bancário
.


Nenhum comentário:

Postar um comentário