sexta-feira, 17 de novembro de 2017

POLICIAL FERIDO EM BATALHA

Sindpol diz que policial ferido em atentado em Batalha não era segurança de 'Boiadeiro diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) visitou o policial civil Joaquim Lins Neto, conhecido como Pirauá, para prestar apoio e disponibilizar do setor Jurídico do Sindicato o advogado Welton Roberto a fim de acompanhá-lo, caso for necessário.O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, indagou Pirauá se ele era segurança do vereador Adelmo Rodrigues de Melo – o Neguinho Boiadeiro, assassinado em uma emboscada na porta da Câmara de Vereadores de Batalha, no dia 9 deste mês. Pirauá estava do lado da vítima e ficou ferido.

O policial civil disse que considera "um absurdo o que estão comentando", e que ele estava com o vereador porque tem parentesco com Boiadeiro, possuindo envolvimento familiar, e não sendo um segurança, como foi divulgado.
Pirauá também relatou que a ação criminosa foi muito rápida e que ele não teve tempo para ver o rosto dos pistoleiros. “Quando entramos no carro , já foram,  Sindpol informou que o policial civil Pirauá tem 33 anos de polícia, já teve quatro Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) e está com está 80% de perda da visão do olho esquerdo. "Ele nunca foi envolvido em crimes. Depois desse trágico ocorrido, o policial civil revelou que vai pedir aposentadoria da Polícia Civil", informa a entidade.
O Sindpol acompanhará o desenrolar das investigações e informou que dará todo apoio aos policiais civis.    FONTE: TNH1 e todo Conteudo da postagem , inclusive fotos.
Fonte: Com informações do Sindpol    

Nenhum comentário:

Postar um comentário