Identificada mulher encontrada morta com sinais de violência sexual em Murici

IML
Ainda são escassas as informações sobre o assassinato brutal da dona de casa Claudete Maria da Silva, de 35 anos, encontrada morta na manhã desta segunda-feira (14), em um matagal, nas proximidades da antiga Usina Simeão, na cidade de Murici.
A mulher foi encontrada despida, indicando que pode ter havido violência sexual antes de seu assassinato, além de perfurações de arma branca no coração e perto do fígado.
Informações preliminares apontam que Claudete era natural de Ibateguara, morava em Quebrangulo e viajava a Murici com frequência para visitar uma filha que morava na cidade. A vítima teria sido vista pela última vez com vida consumindo bebida alcoólica com amigas.
A polícia deve investigar se Claudete saiu do bar na companhia de algum homem. Nenhuma linha de investigação deve ser descartada.
Agentes da Polícia Civil, peritos do Instituto de Criminalística e funcionários do Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para procedimentos cabíveis.